quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

A nova categoria dos computadores que se portam como Smartphones

Os Always Connected PC estão prestes a chegar ao mercado. Valerão a pena?

Será já no início deste novo ano, na feira de eletrónica de consumo CES que se realiza entre os dias 9 e 12 em Las Vegas, que os jornalistas terão possibilidade de experimentar os novos computadores portáteis que HP, ASUS e Lenovo preparam, em colaboração com a Microsoft e o fabricante de processadores Qualcomm.

Máquinas que correm o Windows 10 completo mas que prometem dezenas de horas de autonomia, arranque praticamente instantâneo e ligação permanente à internet móvel.

Dito de outra forma: são laptops que se comportam como smartphones. Os primeiros modelos (um da HP, outro da ASUS) foram mostrados em meados de dezembro, num evento da Qualcomm, na qual foi revelado que este tipo de PC será comercializado sob a designação "Always Connected" - Sempre Ligados.


Ainda que tenha sido possível perceber o potencial da tecnologia aqui incluída, ficou no entanto por esclarecer exatamente que nível de desempenho se consegue com estas máquinas. Por utilizarem um tipo de processadores (com arquitetura ARM) que é normalmente usado em smartphones Android, estes PC terão um baixo consumo de bateria - daí a elevada autonomia -, mesmo mantendo a ligação permanente à internet. Mas para pôr os programas para Windows a correr neste tipo de componentes, a Microsoft teve de criar software de emulação, de forma a que códigos originariamente escritos para processadores do tipo Intel possam correr em ARM.

Ou seja, quando por exemplo um utilizador puser o Photoshop a correr numa destas máquinas, haverá sempre uma "camada intermédia"de software entre o programa e a máquina, o que pode reduzir o desempenho. Só a experiência dirá se este eventual decréscimo é significativo.

Certo é, no entanto, que os primeiros modelos terão por base os processadores Snapdragon 835 - os mesmos que estão no coração dos smartphones Samsung Galaxy S8/Note 8 ou OnePlus 5. Só que a Qualcomm já anunciou a chegada da geração seguinte desta linha de chips, o Snapdragon 845. Disponíveis provavelmente no primeiro semestre de 2018, terão uma capacidade de processamento ainda maior, pelo que deverão ser melhores a lidar com programas exigentes.

Será, assim, prudente esperar um pouco mais para ver como evolui este novo tipo de sistema.

Fonte: Últimas Curiosidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário